Vinheta

Historiadores lançam livro com a história de Boqueirão

Lançamento acontecerá em abril

Por Luiz Pereira em 22/03/2021 às 17:57:06
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Boqueirão: História, Cultura e Identidade, organizado pela escritora e historiadora Mirtes Waleska Sulpino, reúne vinte artigos de escritores que versam sobre a história, cultura e a identidade da Cidade das Águas, que no dia 30 de abril, celebra 62 anos de emancipação política.

A obra conta com os mais diversos recortes sobre a história do município que abriga o segundo maior açude da Paraíba, tema de vários estudos acadêmicos. Um deles que constará no livro, escrito pelo Professor Doutor em Geografia Fabiano Custódio, trata da construção e transformação do território agrário em torno do Açude Epitácio Pessoa. O Professor Cidoval Moraes da UEPB, pesquisador em Desenvolvimento Regional, aborda em seu artigo escrito em parceria com a Dra. Andréa Carla Azevedo, "Água e desenvolvimento regional: trajetórias e Leituras a partir do Semiárido", apresentando nesse percurso, a importância do Açude Epitácio Pessoa.

Resgatando a identidade cultural do povo de Boqueirão, o Professor Laudemiro Lopes, Presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Boqueirão, aborda os "Modos de vida do Vaqueiro no município" e o Professor Iolanilson Chagas, revive a história das "Quadrilhas Juninas: sua importância e suas transformações culturais". "A contribuição da FLIBO (Festa Literária de Boqueirão) para a construção da identidade cultural do nosso município", de autoria do Professor e membro da ABES, Maxwell F. Dantas e ainda, as histórias de "Um Mandato Popular no encontro do Paraíba com o Taperoá", do Professor da UFPB e ex-vereador do município de Boqueirão, Jonas Duarte.

O Padre de Cabaceiras João Jorge Rietveld, que também é historiador, escreve sobre "Boqueirão na relação de Frei Martinho de Nantes", que em 1671 foi enviado para a missão de frei Teodoro de Lucé, situada na região do atual município de Boqueirão, para evangelizar os Índios Cariris. O Professor de História Jefesson Franciarlly, traz o texto "Do Vaticano a Boqueirão: um estudo histórico do Dominus Vobiscum", jornal exclusivo de defesa dos ideais católicos, com esse propósito, o jornal é divulgado em três cidades, Boqueirão (cidade natal do periódico), Caturité e Barra de Santana.

Os historiadores Vanderley de Brito e Maria Ida Steinmüller (do Instituto Histórico e Geográfico de Campina Grande), escrevem sobre "O Universo redeiro Critojudeu do Sítio da Ramada".

A história da educação infantil em Boqueirão é contada no artigo da Professora Fabnice Bernardo, "Rememorar para preservar: as vozes das Professoras da Educação Infantil". A organizadora da obra, Mirtes Sulpino e a Professora Diosilene Maciel abordam a trajetória de vida e obra do agricultor e poeta popular, Antônio Travassos Sarinho, homenageado da FLIBO 2021.

O livro será publicado pela Editora Leve, com Prefácio dos professores Flávio Carreiro de Santana e Luíra Freire, ambos do NUPEHL (Núcleo de Pesquisa e Extensão em História Local da UEPB) e apresentação do Professor Kléber Brito.

A obra será custeada, em parte, pela Lei de Incentivo a Cultura Aldir Blanc, através de Edital Municipal da Prefeitura de Boqueirão, publicado ano passado e a renda arrecadada na venda dos livros, revertida para a FLIBO (Festa Literária de Boqueirão).

Para a organizadora da obra, "este livro é uma ode de amor a cidade das águas. Uma reverência a todos que nos antecederam nesse percurso histórico e que nos ajudaram a construir a nossa identidade histórica e cultural. Assim como uma colcha de retalho, vamos resgatando nossas memórias e contando essa grande História fragmentada em tantas outras".

Confira todos os artigos selecionados através do link: https://boqueirao.editoraleve.com/

Comunicar erro
Teste 2
Teste 4